O defeso é conhecido popularmente como o período de “andada”, quando os caranguejos machos e fêmeas saem de suas tocas e andam pelos manguezais para o acasalamento e liberação dos ovos, o que os torna presas fáceis. Se houver grande quantidade de cata deste animal nas épocas estabelecidas, há risco de diminuição nas populações dos crustáceos. Por isso, fica determinado a proibição da captura, transporte, beneficiamento, industrialização, e a comercialização do caranguejo-uçá, nos períodos da lua cheia e lua nova, nos meses de janeiro a março, sendo aplicada multa caso haja o descumprimento das normas.

Os caranguejos- uçá são responsáveis pelo sustento de milhares de famílias, e além do mais são responsáveis pela atividade de aeração do solo, que ajuda na fixação das árvores, e na incorporação de matéria orgânica que acaba servindo de alimento para outros animais. Diretamente, sua falta provoca um colapso no ecossistema dos manguezais, impactando ainda populações de sururu, ostras e peixes.

Acompanhe na imagem os períodos de defeso do caranguejo-uçá: